Shaná Tová

Captura de Tela 2015-09-11 às 08.54.23

Domingo começa o ano novo judaico, entramos em 5776.

Como o ano novo em qualquer tradição, é uma data que marca a esperança no começo de um novo ciclo.

E faz tempo que a necessidade de um recomeço não era tão urgente e sentida como hoje.

Então acho que vale a pena incluir nas nossas orações e desejos (cada um reza na língua e do jeito que sabe) alguns pedidos especiais.

– Que o mundo entenda que somos todos seres humanos, sejamos sírios, americanos, japoneses ou do Sudão. Há 70 anos havia crise de refugiados judeus sobreviventes de campos de concentração. Hoje são outros povos sofrendo a mesma dor. Sejamos solidários como muitos foram conosco no passado.

– Que os brasileiros entendam que a nossa opinião sobre as coisas não é mais importante do que a opinião do outro. Que as discordâncias sejam tratadas com respeito.

–  Que nossos governantes, sabe-se lá como, encontrem caminhos melhores para nos livrar do nó que eles mesmos nos enfiaram.

–  Que a gente saiba cobrar deles com firmeza, mas com respeito à democracia e às pessoas que pensam diferente da gente.

– Que o mundo encontre um jeito de se livrar do fanatismo que tenta apagar com tiros de metralhadora ideias contrárias. Ideias não morrem com tiros. Aliás, cada vez que alguém morre defendendo uma ideologia, ela se fortalece.

– Que as pessoas entendam que somos cada vez menores e mais interligados, não adianta pensar em benefícios locais ou de grupos. As ideias tem de trazer benefícios globais.

– Que cada um saiba que a responsabilidade de cuidar do planeta é de todos. Não adianta postar uma foto do urso polar esfomeado se você joga as pilhas velhas no lixo comum.

Enfim, espero que me perdoem a pieguice, sou assim ás vezes, especialmente nesses datas especiais. Sinto vontade de abraçar os amigos e dizer coisas que vem do coração, quase consigo ouvir “Imagine” tocando como a trilha sonora de um filme.

Na foto, um casal de refugiados se beija comemorando a chegada em segurança a uma ilha grega. Achei uma boa forma de mostrar que mesmo nos momentos de maior dificuldade, precisamos manter a esperança e a ternura.

Shaná Tová Umetuká

Que seja um ano bom e doce

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s