Encerrando 2015 e o melhor presente

carta heloiza.jpg
O cartão da Heloiza

Eu estava um pouco triste por não encontrar algo de positivo para o último post do Blog em 2015. Lembro que no começo do ano fiz um texto bem pessimista com as perspectivas que se desenhavam.

Eu falava da possibilidade de uma recessão e da agonia em relação ao atentado contra a Charlie Hebdo. Quem diria que tanto a economia quanto a violência conseguiriam produzir notícias ainda piores do que aquelas.

Mas o ano passou como passará também 2016 e um dia serão lembranças de tempos difíceis.

Para amenizar a nuvem negra que insiste em nos esconder o sol, vou falar do melhor presente que recebi até agora neste natal. O bilhete cuja foto enfeita este post.

Explico:

A Heloiza é a filha adolescente da Daria, que uma vez por semana me ajuda com  limpeza em casa. A Daria me disse que Heloiza que é uma assídua leitora, então emprestei três livros para ela. Um do Philip Roth, um do Stieg Larsson e um da minha amiga Liniane Haag Brum.

O Brasil cresceu nos últimos 20 anos com o consumo e criamos uma sociedade cujo valor mais importante é a ostentação. O culto aos tênis de marca, às camisetas Hollister e ao Red Label são a filosofia da nova classe média.

Eu porém, continuo acreditando que cresceremos de verdade quando os livros forem mais importantes que a marca das roupas. Quando nossos jovens entenderem que os bons autores são mais bacanas que os youtubers.

Heloiza mostra que esse sonho não é apenas uma utopia. Os adolescentes brasileiros são hoje o grande filão a explorar pelas editoras. John Green e Suzanne Collins estão fazendo mais por nossos jovens que anos e anos de investimentos mal feitos em educação.

Então encerro 2015 comemorando que a geração da Heloiza está cada vez mais interessada nesses montes de palavras e páginas que formam um livro. Comemoro que esse é um movimento de mão única e que no futuro teremos jovens e mais jovens com livros sob as axilas andando pelas ruas e que os olhos baixos no metrô estarão devorando páginas e não emojis de rostinhos.

Boas festas e um ótimo 2016 a todos.

p.s. Ressaltei na foto o trecho do bilhete em que a Heloiza diz que preferiu o livro da Liniane ao dos dois consagrados autores.

 

Anúncios

7 comentários sobre “Encerrando 2015 e o melhor presente

  1. A briga entre livros e youtubers é grande aqui em casa. Tenho um filho de 13 (quase 14) anos e sempre cultivei nele o habito da leitura. Sempre que corto o note dele, fico feliz em ver que corre pros livros e não pro PS (outro grande concorrente… Peraí, esse texto quer dizer isso mesmo né? Não estou viajando novamente não né? rsrs Brincadeirinha. Como todos, um excelente texto Lúcio.
    Que tenha tido um Natal perfeito e que venha um ano melhor, apesar de compartilhar das suas expectativas, não posso deixar de acreditar, ao menos um pouco, que as coisa podem melhorar.
    Um beijo grande pra você e sua família.
    Boas entradas. 😀

  2. OI, Lúcio, que notícia bacana. Quando alguém diz que os jovens não leem, lembro que há muitos, muitos blogs sobre livros de adolescentes e de gente bem jovem que lê e escreve sobre os livros. E outros que escrevem seus livros no blog. Quando comecei a descobrir essa moçada, fiquei bem surpreendida. Beijão pra você, sua família e que 2016 venha recheado de muitas palavras, imagens, movimento, luz. Só coisas boas! filó

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s