Desculpe amigo, mas vou te bloquear

 

 

yelling.jpgMeu caro amigo, gosto muito do Facebook. é um lugar onde troco fotos com pessoas queridas, fico sabendo como estão os conhecidos que não consigo ver no dia a dia e converso sobre assuntos que me interessam.

Sim, é um lugar onde também me divirto falando de política com aqueles que respeito e admiro.

Falar de política é saudável, importante e está na moda. Claro, o país vive um momento de grande agitação, é natural que as pessoas se envolvam e mais natural ainda que alguns se exaltem.

Mesmo assim, gosto das discussões que tenho. São conversas que me divertem e me dão prazer. O mesmo acontece com o Blog e os comentários dos queridos seguidores.

E vivo discordando de todo mundo.

Discordo dos meus amigos de esquerda como o Pedro Menezes, a Flávia Coelho e o Paulo Boccato. Travamos longos debates. Discordo de amigos de direita, como o Fabio Rosas ou o Marcelo Gentil.

Discordar é saudável. Aprendo muito com quem pensa diferente.

Mas com você tenho algumas questões:

  • Você não discorda pra trocar ideias, você precisa vencer qualquer batalha retórica em que se envolve.
  • Você não está interessado na minha opinião. Pouco te importa o que eu penso. Você quer apenas exibir suas convicções.
  • Aparentemente sua missão de vida é provar que estou errado.
  • Você acha que quem pensa de forma diversa a sua é necessariamente mal intencionado ou pouco inteligente.
  • Você escolhe o caminho de desmerecer o oponente no lugar de rebater as ideias deste.
  • Eu prego a paz e simplesmente deixo de seguir as pessoas que estão sempre postando mensagens de ódio e preconceito (sim, não te sigo há tempos). Você me trata com sarcasmo graças a essa minha atitude, ironizando meus textos pacifistas.
  • Você me manda links de jornalistas ruins e cheios de ódio para provar seus pontos de vista.
  • Nossas discussões quase sempre terminam com você me rotulando.

Resumindo, enquanto eu me divirto ao falar com os outros, eu me irrito quando debato com você. É desagradável, é cansativo, tem energia ruim.

Você não soube brincar. Estragou o brinquedo, ou como dizem os jovens, zoou o rolê.

Portanto meu caro, para salvar a minha alegria de usar o Facebook e pela preservação de meu espaço, me valho de toda a pompa para anunciar aos ventos que você está sendo bloqueado.

Não me leve a mal. Podemos nos encontrar ainda no mundo real, um espaço com uma série de vantagens, entre elas um certo constrangimento que as pessoas sentem antes de ofenderem umas as outras.

Enfim, nos vemos por aí.

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s