A Verdade Sobre a prisão Eike Batista

Prisão de Eike Batista.jpg

Compartilhe antes que o Facebook e o WhatsApp censurem. A verdade que o jornal Nacional e a Folha não tiveram coragem de publicar.

Em 1990, Donald Trump esteve no Brasil cuidando de negócios e conheceu Luma de Oliveira em um evento. O Multimilionário americano ficou encantado com a beleza da modelo e começou a assediá-la sem sucesso. Ela dizia que era noiva. De nada adiantou a insistência de Trump. Luma o ignorou. Algo que nunca havia acontecido em sua vida.

Já nos EUA, Trump soube que o noivo era um jovem e pouco conhecido empresário brasileiro: Eike Batista.

Mesmo casado, Trump ainda tentou contatar Luma que continuou irredutível. Trump não aceitou a derrota. Jurou que se vingaria destruindo Eike, usaria seus recursos, sua fortuna, o que fosse possível para acabar com os negócios do rival.

Porém, Trump não imaginava que enfrentar Eike era tão difícil. O Milionário carioca ficava cada vez mais rico. Se envolvia em diferentes ramos e não parava de crescer. Mesmo com toda a sua fortuna, houve um momento em que Trump parecia um escoteiro diante de um gigante. O Mundo se curvava frente ao capitalista brasileiro.

Isso aumentou um o ódio de Trump que não aceitando a derrota, traçou seu plano. Só havia uma forma de ser mais poderoso que Eike, conquistando a Casabranca, possuindo o maior exército do mundo.

Tantos anos tinham se passado que Trump praticamente se esquecera de Luma. Eike já estava com outra esposa. A disputa não era mais pela atenção de uma mulher, Trump queria provar a si mesmo que era superior, que era maior.

Primeiro foi preciso destruir o império de Eike, plantando notícias falsas que derrubaram as ações de suas empresas. Até seu filho Thor foi atacado por um ciclista suicida.

Quando Trump soube que no Brasil juízes estavam prendendo políticos e milionários numa gigantesca ação contra a corrupção, ele percebeu a chance de fazer sua grande jogada.

Durante a Campanha para a presidência, o candidato republicano pediu ao amigo Putin que usasse seus espiões para forjar provas falsas contra Eike. O governador Cabral acabou sendo incriminado sem ter nada com a história, apenas para que as acusações contra Eike fizessem sentido.

Finalmente, no começo de 2017. o plano de Trump deu certo. Ele se tornou presidente e logo depois veio a ordem de prisão de Eike. o Ex-bilionário, em desespero, tomou um vôo para nova Iorque para implorar perdão ao seu algoz.

Só que com Trump não há perdão. ele sequer recebeu Eike. Apenas assistiu satisfeito a derrocada do rival. Entre charutos e taças de Dom Perignon, Trump dançou no salão oval, batendo na mesa e revendo cem vezes as fotos de Eike algemado. Agora a America pode ser grande de novo!

(Não vamos deixar que nos escondam essa verdade. Passe essa mensagem para o maior número de pessoas possível.)

Anúncios

Um comentário sobre “A Verdade Sobre a prisão Eike Batista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s