Kids committing suicide

Kids committing suicide

O título do post foi tirado de uma música do Pink Floyd – The Post War Dream – que eu idolatrava na adolescência. Na época, a frase era tão terrível como distante. Hoje, tantos anos depois, é ainda mais terrível, justamente por estar tão próxima.

Minha filha estuda na escola onde dois adolescentes cometeram suicídio nas últimas duas semanas. É impossível ficar indiferente.

Se a morte de crianças e adolescentes nos assombra, o suicídio é mais assustador. Afinal, parece que ser algo que nós pais deveríamos e poderíamos ter evitado.

Não sei dizer se isso é possível e muito menos se eu seria capaz de identificar em minha filha os sinais do desespero que afligiu esses garotos. Afinal, somos todos companheiros de barco nessa sociedade de infelizes e desesperados. Como poderia ser diferente com os adolescentes?

Tudo vira competição, motivo para nos compararmos, para exibicionismo. Até nossa diversão.

_ “Ei eu tenho 50 anos e vou a todos os Shows de Rock!”

_ “Estou na praia em plena quarta-feira! Como sou feliz!

_ “Vejam, eu tenho uma família funcional perfeita”.

_ “Eu supero todos os limites da preparação física”!

_ “Olhem para mim! Minhas opiniões políticas são maduras e irrepreensíveis!”

Tantos adultos carentes implorando por joinhas nas redes sociais. Enquanto isso, na reunião da família funcional perfeita, todos comem em silêncio, cada um com os olhos grudados na tela do celular”.

Não há que se culpar os pais, nem os conheço e rezo para que Deus os conforte. É preciso olhar no espelho e tentarmos ser pessoas melhores para ajudar essa geração de jovens.

Convivo com muitos adolescentes e me surpreendo com garotos e garotas maravilhosos, bem educados e muito mais informados do que minha turma era no passado distante. Não podemos perder pessoas tão boas. simplesmente não podemos.

Para encerrar, deixo vocês com um clássico do Renato Russo: “Ela se jogou da janela do quinto andar, nada fácil de entender”.

 

Anúncios

Mais Embratel

Mais Embratel

 

Mais uma conversa com a Embratel.

A Graziane me ligou hoje, 25/04/2018 para cobrar pela milésima vez a conta da Embratel que eu já contestei e já disse que não é minha.

Há 44 faturas em atraso. Por alguns meses, a fatura era minha (contas que nunca chegaram), mas a maioria dos valores mais altos eram referentes a um endereço que não conheço, referentes a uma conta aberta em 2015 por Cintia Nabarrete.

Já contestei o valor na Embratel mais de uma vez e nunca tive resposta.

Concordei em pagar R$132,72 referentes aos atrasos de 2013 e 2014 e falei que contesto  os restantes. A atendente é a mais esforçada de todas as pessoas com quem falei na Embratel. Começo a ter esperança que o inferno termine.

O número da OS aberto foi 845981218.

Combinamos que ela me enviaria as faturas que eu concordo.

Se as faturas não tiverem chegado em 24h ligar para 0800-701-2145 ou 10321.

Em relação às faturas que eu não concordo ela não fará nada, eu devo ligar de novo e tentar resolver.

Eu já liguei várias vezes para resolver isso. Vejam a prova.

 

 

 

Questão da Embratel

Em 02 de outubro de 2015 uma senhora chamada Cinthia Nabarrete abriu uma conta na Embratel usando o CNPJ da minha empresa. Soube disso em 2017 quando recebi a cobrança indevida. Desde então venho tentado resolver o caso.

Vocês podem ver um pouco desta história aqui e aqui.

Hoje, Camila da Embratel me ligou para cobrar as contas pela milésima vez. Eu expliquei os problemas então ela disse que o sistema caiu* e não poderia me ajudar. Ela disse para eu ligar para o 10321. Clique no links acima e entenda porque não gosto de ligar no 10321.

*Nas palavras dela foi um problema sistêmico.

PT x Ditadura Militar

PT x Ditadura Militar

Sou um observador atento e fiz uma descoberta que vai deixar a todos estarrecidos:

*

(pausa dramática)

*

Descobri que os entusiastas do golpe militar (em pleno 2018 eles existem!) não gostam do PT. Na verdade, eles odeiam o PT.

Não sei o motivo da birra, até porque vejo que os anos da ditadura militar foram muito parecidos com os anos do PT no governo.

Sei que agora o leitor deve estar me achando um insano, então vou expor abaixo os motivos que me fazem pensar assim.

1 .Nacionalismo e patritismo

Milicos e Petistas  sempre foram contra multinacionais. Defenderam a vida inteira as estatais. Bolsonaro disse numa entrevista que sonhava em executar o FHC porque ele privatizou a Vale.

Os militares criaram a Embraer, a Engesa, a Itaipu Binacional, Vale do Rio Doce, a Petroalcool, enfim, foram inúmeras estatais. O PT nesse ponto é mais capitalista que os militares, afnal, pelo menos fez concessões privadas de estradas e aeroportos.

2. Corrupção

É difícil medir corrupção, pois os autores do ato nunca declaram o valor roubado. Mas ao que tudo indica houve muita corrução nos dois períodos. No caso do PT isso foi bastante divulgado, afinal a Polícia Federal tinha liberdade para investigar e a imprensa tinha liberdade para noticiar.

No caso dos militares, tudo foi mais abafado. Para quem não lembra, os militares escolhiam os governadores em cada Estado e veja quem eles escolheram na época:  Maluf para SP, José Sarney para MA, Antonio Carlos Magalhães para BA… Para vocês terem ideia, formam os militares que colocaram o Maluf na política. Isso diz muito. Aliás, o termo “mar de lama” de corrupção ficou muito em moda na época do Geisel, pena que ninguém tinha a liberdade para noticiar o que acontecia.

3. Ciclo econômico do sucesso ao fracasso

Tanto militares como petistas começaram seu período de poder com um momento de bonança econômica. Os militares viveram o “milagre brasileiro”, com enorme crescimento. Os anos Lula também foram incríveis com crescimento, pleno emprego, grau de investimento e superavit primário.

Porém nos dois momentos houve uma virada e os grupos saíram do poder deixando um Brasil em crise. Embora digam que a crise do PT tenha sido a pior da história eu discordo. Figueiredo deixou o Brasil com 283% de inflação contra 10% de Dilma. As estatais dos militares eram máquinas de queimar dinheiro. Só em 1993 o Brasil começou a sair do atoleiro deixado pelo regime. A Crise da Dilma acabou em 2 anos.

4. Grandes obras

Os militares construiram Itaipu, Dilma fez Belo Monte. Os militares fizeram a transamazônica, o PT os estádios da Copa. Os militares começaram a fazer Angra, os Petistas as grandes refinarias. Sabe qual foram as construtoras nos dois períodos? Quem acertar essa ganha um Habeas Corpus.

5. Aliança com as oligarquias regionias

No Brasil existem famílias que sempre mandaram em determinados Estados. O Poder passa de pai para filho desde que a barba do Marechal Deodoro era rala. Nomes como Collor, Calheiros e Barbalho são os verdadeiros donos de certas regiões. Tanto militares como petistas se mostraram bem confortáveis ao se associar com muitas dessas famílias.

6. Ecologia

Os dois regimes foram fracassos nesse sentido.

7. Projeto de país

Tanto petistas como militares tiveram visão de longo prazo e projetos nacionais claros que conseguiram impor. Com erros e acertos evidentemente. Mas há de se destacar que eram grupos que tinha visão estratégica e vontade de implantar.

8. Crescimento da violência

Nos dois períodos a violência e a bandidagem cresceu horrores.

Diferenças

É fundamental falar das diferenças nesse caso.

Os 8 anos de PT foram 100% democráticos. Tivemos eleições com vários deputados, senadores e governadores de oposição exercendo seus cargos com liberdade. A impressa teve liberdade para falar mal do governo e os orgãos de justiça investigaram e condenaram o PT sempre que assim quiseram. Zé Dirceu foi preso durante o governo Lula. Isso é sinal de força das instituições.

No governo Militar jornais que apoiavam o regime como Estadão e Folha eram censurados. Os de oposição fechados. Não havia liberdade. Os crimes dos militares não podiam ser investigados e deputados foram presos, torturados e assassinados. Enfim, não havia democracia. Mais de 400 pessoas foram assassinadas por orgãos do Regime. Os militares assassinaram adolescentes e torturaram crianças. Levaram crianças para assistir à tortura dos pais. Enfim, entre os militares havia montros sádicos e psicopatas e estes foram apoiados pelo regime.

P.S. Vou publicar o texto mesmo sabendo do risco de perder todos os meus fãs e ainda ser diagnosticado com alguma doença mental incurável. Seja o que Deus quiser…

P.S.2 – Alguém sabe porque os fãs do Golpe Militar usam o termo “Intervenção” e não Golpe? Eles tem vergonha do golpe?

P.S.3 – Pode-se dizer que este texto comprementa esse aqui.

 

Lula, num mundo paralelo

Lula, num mundo paralelo

 

Lula está certo. Ele é o melhor estrategista do Brasil. Até a prisão virou um ato político a seu favor.

Sua história é tão forte, que mesmo diante de várias evidências de corrupção, continuou o candidato favorito de 30% dos brasileiros. Isso é um patrimônio eleitoral de valor inestimável. Portanto, todos os movimentos que tem feito (jurar inocência, alegar perseguição política, se vitimizar, juntar a militância) servem para manter este patrimônio.

O processo em que foi condenado também ajudou o ex-presidente. Não havia provas, não havia gravações ou malas de dinheiro. Os discursos de promotores, advogados e juízes são intelegíveis para a maioria das pessoas. O argumento da perseguição política replicado em redes sociais é de mais fácil compreensão.

Em breve Lula será preso e continuará a sua narrativa de perseguido por trás das grades, mantendo assim a imagem de lutador que agrada a seus fãs.

Eu particularmente, sonho com o Lula num mundo parelelo, num mundo onde ele quisesse se vingar dos inimigos e mandasse às favas o que restou do seu imenso prestígio.

Nesse mundo, Lula se ofereceria para fazer delação premiada e daria os mínimos detalhes de todas as negociatas em que participou. Daria todos os nomes de quem estava envolvido, políticos, empresários, donos de jornais e revistas… Seria absolutamente delícioso ouvir todas as verdades vindas dele, com seu jeito carismático e divertido.

Evidentemente, para isso teríamos de ter um Moro do mundo paralelo. Eu tenho uma certa suspeita de que Moro deste mundo aqui não gostaria de ouvir tal delação, com medo de que certos nomes fossem citados.

 

Dilma x Bolsonaro

Dilma x Bolsonaro

Sou um observador atento e fiz uma descoberta que vai deixar a todos estarrecidos:

*

(pausa dramática)

*

Descobri que fãs de Dilma não suportam Jair Bolsonaro e Bolsominions não suportam nossa ex-presidente. Acho que a antipatia também acontece entre os dois famosos políticos.

Não sei o motivo da birra mútua, até porque os dois personagens são bastante parecidos.

Sei que agora o leitor deve estar me achando um insano, então vou expor abaixo os motivos que me fazem pensar assim.

1.Terrorismo

Dilma participou de grupos terroristas quando jovem pois era de esquerda e achava justo a luta armada por melhores condições para os trabalhadores.

Bolsonaro foi preso nos anos 80 ao planejar atentados terroristas com o objetivo de conseguir melhores salários para os militares.

2.Nacionalismo e patritismo

Dilma e Bolsonaro sempre foram contra multinacionais. Defenderam a vida inteira as estatais. Bolsonaro disse numa entrevista que sonhava em executar o FHC porque ele privatizou a Vale.

3. Incoerência

No segundo mandato, para agradar ao mercado, Dilma escolheu um Ministro da Fazenda neoliberal, o contrário do que sempre pregou.

Bolsonaro também mudou o discurso para agradar ao mercado e se diz um neoliberal a favor de privatizações. Bolsonaro era tão parecido com Dilma nesse ponto, que até se declarou fã do Venezuelano Hugo Chavez.

4. Destempero

Esse não precisa nem comentar, né?

5. Discursos ruins

Dilma quer estocar o vento, Bolsonaro diz que pretende defender o Ornitorrinco da Amazônia. Os dois são quase gêmeos nessa área.

6. Patrimônio

Há que se ressaltar que ambos tem uma história de mais de 40 anos na vida pública e nenhum da mostra de ter enriquecido. São casos raros de políticos com patrimônios compatíveis com os ganhos.

Ecologia

Tanto Dilma como Bolso veem a preservação da natureza como empecilho para o progresso. Dilma liberou geral na destruição da Amazônia. Bolso quer acabar com todos os parques nacionais (ele só se preocupa com o Ornitorrinco da Amazônia).

Diferenças

Claro que nem tudo são semelhanças. Eu seria injusto com eles se não mostrasse as diferenças.

Bolsonaro é machista, racista e vive de espalhar o ódio. Dilma, nunca foi assim. Os discursos do Bolsonaro e a cegueira dos seus fãs lembram o Nazismo. Dilma não tem essa característica. Dilma gosta do Jean Willys, Bolso não.

Enfim, as diferenças são tão pequenas diante das semelhanças que eu quero propor uma trégua entre seus fãs. Sugiro que petistas e bolsominios se encotrem num boteco, peçam uma cerveja da paz e celebrem juntos a grandeza da Petrobras, a importância de Itaipu e a força das ideias de Chavez. Quem sabe podem lembrar os bons tempos de terrismo na juventude.

P.S. Vou publicar o texto mesmo sabendo do risco de perder todos os meus fãs e ainda ser diagnosticado com alguma doença mental incurável. Seja o que Deus quiser…

P.S.2 É injusto comparar a Dilma a um nazista potencial como o Bolsonaro, embora eles tenham pensamentos econômicos tão parecidos. O fato dele ser um vetor de ódio às minorias faz dele incompatível com o pensamento democrático de Dilma.