O Melhor Jogador de Todos os Tempos

goat_2162061b

Essa discussão do melhor de todos os tempos não existia na minha infância. Naquela época (e os mais velhos defendem isso até hoje) o melhor do mundo era o Pelé e pronto. Sem discussão. Só depois da Copa de 1986 alguns argentinos quiseram colocar o Maradona no posto, acirrando a já famosa rivalidade regional. Hoje ainda, para apimentar a conversa,  há um novo Argentino na parada, que encanta aos fãs da arte e surge como recordista de qualquer coisa, o Messi. Aos mais novos, esse é a grande referência.

Mas estão todos errados. Nem Pelé, nem Maradona e nem Messi merecem o título. O melhor jogador de todos os tempos é o “Ganso Imaginário”.

Poucos perceberam que  existem três Gansos. O Ganso do Santos, que era uma jovem revelação ao lado do Neymar, o Ganso do São Paulo, um sujeito de grande talento e preguiça ainda maior e o maior deles o “Ganso Imaginário”, que une todos os predicados que um jogador pode ter. Ele finaliza como ninguém, é inteligente e seu chute da entrada da área supera a Didi, Cristiano Ronaldo ou Nelinho. Como passador, então, faz Zidane corar de vergonha. Ele corre, marca, ataca, defende, tem vigor físico. E se há alguma dúvida de seu reinado, é só lembrar que muitos diziam ser ele bem superior a Neymar.

Fico até com pena do Ganso real, deve ser muito difícil ser comparado a todo o momento com Ganso Imaginário e saber que nunca será ele.

Isso faz pensar em como a memória das coisas boas nos engana.

Quantas vezes revemos um filme que nos encantou no passado e ficamos decepcionados com ele hoje em dia? E quando voltamos a um restaurante que foi especial em um momento da vida e nos decepcionamos com o filet à parmegiana que nos enchia de alegria?

A música de nossa juventude, os craques da infância, a casa de praia em que fomos com a primeira namorada, as roupas, os cheiros, qualquer coisa envolvida em boa nostalgia se transforma em algo difícil de superar.

O Ganso paga por isso até hoje. Jogou bem num time em que tudo dava certo, as peças se encaixavam, todos eram jovens e encantavam. E ainda estava ao lado do Neymar, o único craque brasileiro de sua geração. Seria melhor que as pessoas parassem de compará-lo com “aquele” Ganso, que só existe na fantasia romântica das nossas memórias distorcidas pela nostalgia. Deixem o jogador ser o mediano talentoso que é.

E que as nossas boas lembranças continuem nos traindo, enchendo de doçura e sentido este mundinho amargo em que vivemos.

Anúncios

O Tricolor e a Política

Captura de Tela 2015-03-27 às 00.07.27

Falemos das duas coisas que mais preocupam os brasileiros: A Política e o Tricolor Paulista. Ambos em fase de agitação intensa e grande instabilidade.

O que a imprensa golpista não mostrou, o que a CPI escondeu e até o juiz Moro tirou dos autos é semelhança assustadora dos dois. Mas aqui, no “Toda Unanimidade”, temos plena liberdade editorial e portanto, revelaremos aos nossos leitores essa coincidência estarrecedora:

Muricy Ramalho e Dilma Roussef

Estão no cargo por direito, falam grosso e não tem paciência nas entrevistas. Nenhum dos dois gosta de amaciar com os subalternos e lhes falta jogo de cintura. Todo mundo diz que podem perder o cargo num curto prazo.

Rogério Ceni e Lula

Ao que parece, essa dupla manda mais que a dupla de cima. Senão, pelo menos é a quem Muricy e Dilma recorrem quando precisam conselhos.

Já foram elevados a mitos, cada um com uma história mais impressionante que o outro, mas hoje estão em péssima fase. Só seus fãs de verdade ainda os respeitam.

Ganso e PSDB

Todo mundo esperava deles mais do que apresentaram na vida, apesar disso gozam da simpatia da imprensa. Quando erram, suas falhas são logo perdoadas e quando acertam são comparados a deuses.

Pato e Aécio Néves

São charmosos, galãs e fazem enorme sucesso com as mulheres. Juntos detém a mais incrível coleção de ex-namoradas da história. De resto dividem opiniões, podendo ser amados ou odiados por parcelas da sociedade.

Luis Fabiano e Marina Silva

Outra dupla de quem esperávamos mais. Desempenham bem no geral, mas quando o embate é decisivo acabam encolhendo.

Preciso parar agora, estou indo comprar minha passagem para Brasília. A simples posse dessas informações garante a credencial para o interrogatório na CPI. Mas fiquem tranquilos, não vou abrir a boca. Esses segredos ficam entre nós e as torcidas do Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Santos…