Invasão Zumbi

Invasão Zumbi

O ano é 2030, uma década depois da última tragédia global, o mundo se vê diante da maior ameaça de sua história, uma invasão zumbi.

Aparentemente tudo começou com um vazamento numa  instalação nuclear do Irã. A crise evoluiu muito rápido, em pouco tempo havia zumbis em todos os continentes. Cada pessoa atacada por um zumbi logo se transformava em um comedor de cérebros, as autoridades demoraram a responder à ameaça.

Algumas cidades estavam conseguindo conter a invasão construindo muros imensos, mas no Brasil a solução ainda era contestada e como vocês podem imaginar, uma imensa polêmica se instaurou.

Eu separei alguns posts do Twitter de 2030 e  através deles vocês poderão entender o que se passa e os diferentes pontos de vista.

Presidente Felipe Neto – Estamos em processo adiantado no projeto de construção de muros, em breve se iniciam as obras, será um enorme investimento. Até termos os muros pedimos que os brasileiros fiquem em casa.

Ex-ministro Paulo Guedes – A melhor forma de conter os zumbis é reduzir os salários e cortar as férias.

Veja São Paulo –  Confira os melhores bares em bunkers para sair em São Paulo.

João Amoedo – É um absurdo o Estado gastar com a construção de muros. Precisamos diminuir os impostos que meu banco paga.

Eduardo Bolsonaro (em prisão domiciliar) – Se todo mundo tivesse armado nada disso teria acontecido.

Ex-presidente Lula – O PT não aceita qualquer união para conter essa crise de zumbis, podemos resolver isso sozinhos.

Marco Feliciano – Deus me avisou que só o dízimo pode conter os zumbis do diabo. Deposite agora mesmo na minha conta número XXXX-X

Ciro Gomes – Se os muros custarem até 11% do PIB, considerando uma taxa Selic de 2,25%, podemos calcular um déficit primário de 14,7 bilhões mais o abono do salario mínimo, desde que o imposto sobre dividendos não ultrapasse o teto de gastos, descontada a inflação de 1984.

Doria – Precisamos privatizar os muros.

Léo Dias – A Anitta é falsa e não tem talento.

Folha de São Paulo – Infográfico explica a invasão Zumbi

Uol – Bruna Marquezine posta fotos de seu bunker

G1 – Mulher mata marido bêbado com paneladas e diz que o confundiu com um zumbi

Carlos Bolsonaro – O velho teatro das tesouras volta a agir mais descarado: Os traíras vermelhos alinhados com os tucanos e com os gulosinhos biografados.

Malafaia – Deus me avisou que só o dízimo pode conter os zumbis do diabo. Deposite agora mesmo na minha conta número XXXX-X

Véio da Havan – Não dá para parar a economia por um ataquezinho de zumbis.

Augusto Nunes – E o PT?

Caio Copolla – Nos EUA morre mais gente engasgada do que devorada por zumbis.

Gilberto Gil – A questão da zumbilização da sociedade, tem a ver com a tropicalização da cultura enquanto manifestação do morto e do vivo. É o ser baiano encontrando seu caminho no vácuo da sociedade de consumo. Ou não.

Estado de São Paulo – Zumbis ou PT, uma escolha difícil

Edir Macedo – Deus me avisou que só o dízimo pode conter os zumbis do diabo. Deposite agora mesmo na minha conta número XXXX-X

Boulos – O verdadeiro Zumbi é o capitalismo de devora o cérebro do trabalhador

Abraham Weintraub – Esses zoombes devem ser coiza de xinês ou de comunizta

Datena – Tem matar tudo esses zumbis vagabundo aí!

Guga Chakra – A região de Marcazi, onde surgiram os primeiros zumbis é de etnia Naari, com uma população 16% sunita.

Cabo Daciolo – Glória a Deuxx

Ricardo Salles – Só a destruição da Amazônia e das populações indígenas pode conter os zumbis

Felipe Mello – Pode vir atacante, pode vir zumbi que por mim não passa

Craque Neto – Pelo que entendi os mortos vivos são como o Ganso, só que com fome.

Manuela Dávila – As zumbis mulheres são 50% da população, mas só devoram 10% dos cérebros.

Roberto Jefferson – O PTB só vota a favor da construção dos muros se minha filha virar ministra da dezumbinação.

Ex-presidente Jair Bolsonaro (em prisão domiciliar) – E daí se morrer gente no tocante a isso aí de zumbis?

Rubens Barrichelo – Fiquem em casa, lavem as mãos e só saiam de máscara.

A Reforma

A Reforma

A reforma é simples: troca de azulejos dos banheiros e cozinha, troca de parte do encanamento que é antigo, aumento no número de tomadas, troca dos boxes e pintura geral. Sinteco.

Dia 1 – Chamo todos os especialistas (pedreiro, pintor, encanador, etc) e estabelecemos juntos um cronograma. Assim, o trabalho de um não vai atrapalhar o do outro e todos me passam a lista de materiais. A obra deve durar 45 dias.

Dia 3 – Já com todo o material comprado o encanador começa a quebrar as paredes dos banheiros.

Dia 5 – O encanador avisa que faltaram 2 conexões.

Dia 6 – Vou a obra levar as conexões às 7h da manhã. O encanador não aparece. Eu liguei 6 vezes até encontrá-lo. Ele disse não dava para trabalhar sem o material. Eu disse que o material estava comprado. Ele perguntou se eu também havia comprado o sifão.

Dia 7 – O eletricista começa a quebrar as paredes, mas o trabalho do encanador está atrasado.

Dia 9 – O eletricista avisa que comprei cabos de 4mm e ele precisava de 6mm. O encanador está com o trabalho quase pronto, mas não aparece há dois dias.

Dia 11 – Termina o trabalho do encanador.

Dia 14 – O eletricista, ao furar a parede do banheiro para passar um fio estoura um cano. Chamo o encanador desesperado. Ele está em outra obra. Fecho o registro.

Dia 18 – O encanador só aparece dias depois e precisa quebrar a parede para arrumar o cano estourado. Chamamos o pedreiro que só chega no dia 20. O eletricista está atrasado porque a pequena inundação prejudicou algumas instalações elétricas.

Dia 21 – O encanador começa a trocar o cano estourado e me liga pedindo mais dois cotovelos.

Dia 22 – Chego na obra com os dois cotovelos, mas o encanador não aparece. Por telefone ele pergunta se comprei o novo registro. No mesmo dia o eletricista me informa que o quadro não está bom e é preciso trocá-lo. A planilha de gastos sobe de maneira infernal.

Dia 26 – O encanador reaparece. O eletricista descobre que a casa não tem fio terra. O pedreiro me pressiona pois precisa iniciar a troca dos azulejos, minha obra está atrapalhando a agenda dele.

Dia 30 – Aparentemente elétrica e hidráulica estão resolvidas. Uma van do depósito chega com o material do pedreiro, mas o pedreiro não podia esperar e está em outra obra.

Dia 33 – O pedreiro começa seu trabalho. Precisa quebrar os azulejos do banheiro. Ao fazer isso estoura um cano dos que eu não havia trocado. O encanador está cansado das minhas reclamações e não quer vir. O Pedreiro indica seu cunhado.

Dia 36 – O cunhado do pedreiro finalmente aparece e mostra que os canos do banheiro que não foram trocados estão todos em estado deplorável. Acusa o encanador anterior de fazer um péssimo serviço e sugere corrigir os defeitos deixados pelo antecessor.

Dia 37 – Não consigo falar com o primeiro encanador.

Dia 42 – Depois de dias sem conseguir falar com o primeiro encanador aceito a proposta do cunhado do pedreiro.

Dia 45 – Recomeça a troca de canos.

Dia 47 – O novo encanador precisa parar a obra pois faltam dois cotovelos.

Dia 51 – A obra hidráulica está quase pronta, mas os canos devem passar bem por onde estava parte da nova fiação. Preciso chamar o eletricista, mas este está no Paraná, trocando a cabeação de uma fazenda. O Encanador me indica seu primo.

Dia 56 – O Pedreiro falece devido a um problema renal, ele nem havia começado a sua parte. O encanador, cunhado do defunto precisa ir ao enterro em Botucatu. O eletricista também vai.

Dia 63 – Depois de dois meses morando na casa da sogra, meus filhos estão estressados. Meu sogro não disfarça mais que nossas presenças incomodam e minha mulher começa a me tratar mal.

Dia 75 – A obra está praticamente recomeçando e já gastei 140% do que havia previsto.

Dia 91 – Já não sei mais quem é o eletricista, quem é o encanador e quem é o pedreiro, os problemas não param de chegar e ainda faltam 2 cotovelos.

Dia 95 – Minha mulher não fala mais comigo, estou devendo no banco. Ouvi meu sogro reclamar com a empregada que não tem que sustentar marmanjo.

Dia 105 – O Pedreiro terminou a parte dele. Diz que está muito confiante com a hidráulica, pergunta se pode me apresentar um primo encanador.

Dia 116 – O Instalador do box avisa que as medidas estão erradas, precisa rever o orçamento.

Dia 141 – Estou morando num hotel. Minha mulher mora com as crianças no meu sogro e ninguém fala mais comigo. Não atendo aos telefonemas do gerente do banco. Tive um ataque de nervos no trabalho. Estou pensando em comprar uma arma.

Dia 157 – O encanador me liga, faltam dois cotovelos.   

EmoGiselle

dims

Giselle é um tipo que se tornou bastante conhecido em nosso mundo conectado, a empolgada do Whatsapp. Para Giselle, não basta participar de diversos grupos, é preciso mandar memes de bom dia para todos logo cedo e responder os aos amigos com Emojis de rostinhos sorridentes e beijinhos de coração.

Para ela, os Emojis são a forma mais eficiente, inteligente e divertida de comunicação e servem para todo o tipo de mensagem. Certa vez apostou que seria capaz de reescrever a letra de Faroeste Caboclo em Emojis e conseguiu.

Os problemas de Giselle começaram em um fim de tarde, no trabalho, quando ao se despedir do chefe ela disse o seguinte.

_ Beijinho de Coração.

O chefe olhou assustado e ela Continuou:

_ Carinha assustada com dentes serrados! – E saiu correndo apavorada.

Em casa andava de um lado para o outro sob o olhar atônito do marido e dos filhos.

_ Calma Giselle, deve ser um ataque de estresse!

_ Carinha apavorada de boca aberta! Gatinho chorando!

_ Quer ir ao hospital?

_ Mãozinha de positivo!

Na mesma noite estavam no pronto-socorro mas não havia quem encontrasse a causa da doença. Depois de consultas com o clínico geral e o neurologista decidiu fazer análise com um famoso psiquiatra.

_ Me fale um pouco sobre a sua infância.

_ Duas meninas bailarinas, casal com menina. Menina coração cachorro.

_ Algum trauma que você se lembre?

_ Cachorro carro caveirinha.

Depois de 4 sessões todos concordaram que a análise estava sendo perda de tempo. O doutor era o mais aliviado, havia mandado imprimir uma cartela com todos os emojis para facilitar as conversas mas isso de pouco adiantou. Recomendou uma internação, com uma dose forte de calmantes. Acreditava tratar-se de uma surto, porém a família discordou. Longe do trabalho, Giselle parecia muito bem apesar da fala confusa.

Ficou em casa e passou a cuidar da família, em pouco tempo a comunicação se reestabeleceu.

_ Giselle, você tem um compromisso para hoje de manhã?

_ Tesoura no cabelo, sacola, uva e maça

_ Depois do cabelereiro e da feira você pode pegar meu terno na lavanderia?

_ Mãozinha de positivo e beijinho de coração.

E foram rostinhos sorridentes para sempre.

 

 

A Bíblia e os aplicativos

bíbliadigital.png

Deus vê tudo, sabe tudo e pode tudo. Antes de existir qualquer coisa existia Deus.

Portanto, para Deus, não haveria problema algum em criar aplicativos e smartphones desde o início dos tempos. Ele apenas omitiu isso na bíblia pois os Apps da antiguidade eram motivos de imensas frustrações.

Vocês estão prestes a conhecer a verdade até hoje não revelada, trazida a luz pela mão dos Templários Espaciais, seita secreta que guarda os livros sagrados mágicos e só se comunica com a humanidade através do Toda Unanimidade.

Vamos aos fatos:

Adão foi o primeiro usuário mundial do Tinder, não teve grandes dificuldades em fazer a conta, porém aborreceu-se rapidamente quando todas as suas buscas indicavam apenas a Eva. Passaram algumas gerações até que o aplicativo voltasse a fazer sucesso.

Noé, por sua vez, era um usuário fanático do Instagram, fotografava os animais da Arca mas também aborreceu-se. Nunca conseguiu mais de 5 curtidas numa foto. E só chegava às 5 quando a mulher não esquecia de carregar o celular.

Quando a terra secou e arca aproximou-se do monte Ararat a troca de Emojis foi intensa. Noé enviou para Deus um emoji de pomba e recebeu em troca uma folha de oliveira. Ao deixar a embarcação todos receberam emojis de arco-íris.

Moisés era daqueles que não sabia usar direito o Smartphone. Passou 40 anos perdido no deserto em busca da terra prometida e só achou o caminho no trigésimo nono ano alguém lhe mostrou o Waze.

Sansão era o maior fã das selfies. Egocêntrico, fez sucesso exibindo os longos cabelos e músculos torneados. Sucesso que incomodou Dalila e o resto da história todos sabem.

Os Haters do Twitter pegaram no pé do rei Salomão. Foram milhões de pedidos de #forasalomao quando ele sugeriu que se dividisse uma criança ao meio. Afinal, divisão igualitária é coisa de Comunista. Vai para o Oriente, gritavam alguns, já que Cuba ainda não existia.

Davi, por ser uma criança na época em que venceu Golias, era o único da bíblia que conseguiu usar o Snapshat e eu não posso dizer o que ele fez com o Snap porque não consigo entender essa droga de aplicativo.

O único app que não havia naqueles tempos era o Uber, devido a inexistência de carros. Porém, o Biguber era igualmente eficiente e ajudou muito os três reis magos que nada conheciam de Israel.

O WhatsApp foi muito útil nos tempos de Jesus. O grupo “Apóstolos” mudou a história do mundo. O que não se pode confirmar é o vazamento de nudes da Maria Madalena. Quando perguntaram a Tomé ele foi evasivo: “Só acredito vendo”.

Falando em Jesus, seu vlog o alçou para a categoria de maior Influencer da humanidade, reinando absoluto até o vlog do Maomé entrar no ar. O vídeo do sermão da montanha teve mais de 6 milhões de views, transformando Jesus no Gangnan Style do Império Romano.

Essas são apenas algumas das muitas histórias ocultas dos livros sagrados. Se os meus informantes me derem licença, trarei outras, igualmente reveladoras. Preciso me recolher agora para encontrar meu grupo divino. Torcendo que curtidas transcendentais enfeitem este post.

Inveja

Captura de Tela 2016-12-14 às 07.59.27.png

Inveja é um sentimento muito feio. O leitor há de concordar. Prova disso é que as invejosas são as grandes vilãs da nova música Brasileira.

Infelizmente, preciso confessar que fui acometido deste sentimento nos últimos dias. Eu me envergonho disso, mas não consigo evitar.

Deixem-me explicar.

Desde que era um pirralho calçando Congas nos idos dos anos 70, eu ouvia os adultos elogiando minha criatividade. Eu voltava da escola ostentando notas 10 em minhas provas de redação com o mesmo orgulho de quem ganha um Oscar.

Ao crescer, comecei a admirar e me inspirar em grandes mentes criativas: Spielberg, Gabriel Garcia Marques, Chico Buarque. Aliás, sempre tive uma certa preferência por aqueles que dominavam a arte do humor, talento dos mais difíceis e arriscados. O que dizer de Woody Allen, Luis Fernando Veríssimo ou Mel Brooks? Eu aprendia com eles, crescia com eles, tentava trazer um pouco de sua genialidade para o meu trabalho.

Mas ainda estamos falando de admiração, de inspiração, de bons sentimentos.

Essa semana conheci algo novo, algo que é mais forte e doloroso. Uma sensação que nos consome, nos queima por dentro.

Essa semana eu senti inveja de alguém que une bom humor, sarcasmo, criatividade, sagacidade, senso de oportunidade como eu nunca havia visto antes. Uma pessoa que deixou no chinelo os ídolos que tanto admirava.

Falo do sujeito que inventou os apelidos na lista de corruptos da Odebrecht. 

Caro funcionário anônimo da Odebrecht. Você superou a todos nós. Você é o cara!

Você que apelidou Gim Argello (ex-senador pelo PTB) de “Campari”. Devo-te todas as honras e retiro-me do recinto, aceitando minha derrota.

Atributos de Renan Calheiros

super renan calheiros.jpg
Renan, numa manhã tranquila.

A última página do Guiness (livro dos recordes) diz em letras miúdas: “Todos os recordes do mundo pertencem a Renan Calheiros. Nós apenas nos damos o trabalho de listar os segundos colocados em cada categoria.”

Quando Renan Calheiros recebe os impostos, ele manda de volta folhas brancas com uma foto dele com cara de insatisfeito. Renan Calheiros não teve que pagar impostos nunca.

Quando Deus disse “Que se faça a luz!”, Renan Calheiros falou “Diga ‘por favor’.”

Renan Calheiros jogou roleta russa com um revólver totalmente carregado e ganhou.

Renan Calheiros pediu um Big Mac no Bob’s. Ele foi atendido.

Renan Calheiros não tem medo do escuro, mas a recíproca não é verdadeira.

Renan Calheiros uma vez tomou um vidro inteiro de pílulas para dormir. Elas fizeram ele piscar.

Renan Calheiros pode dividir por zero.

Renan Calheiros venceu o Campeonato Mundial de Poker com um dois de paus e uma carta “Saída Livre da Prisão” do Banco Imobiliário.

Deus precisava de 10 dias para construir o mundo. Renan Calheiros deu a ele 6 e olhe lá.

Renan Calheiros não tem casa. Ele escolhe uma casa e seus moradores se mudam.

Os dinossauros olharam torto para Renan Calheiros uma vez. Uma vez.

Quando o Bicho Papão vai dormir, ele deixa a luz acesa com medo de Renan Calheiros.

Antes de esquecer um presente de Renan Calheiros, Papai Noel existia.

Ao responder as questões de uma prova, escreva sempre “Renan Calheiros”. Você vai sempre tirar nota 10.

Quando Bruce Banner fica irado, ele se transforma no Hulk. Quando o Hulk fica irado, ele se transforma em Renan Calheiros.

Renan Calheiros não usa relógio. Ele decide que horas são.

 

Um elevador muito, muito lento

ElevatorFloorIndicator

Há muitas vantagens em se morar num apartamento alto. No meu caso tenho uma bela vista, boa entrada de luz, bastante privacidade e ótima ventilação. Há apenas um probleminha e não adianta eu fazer suspense pois o título do post já entregou tudo, o elevador é muito, muito, muuuuuiiiiito lento e isso implica em uma série de problemas.

  • Não importa com que cuidado eu faça a barba, eu sempre chego aos compromissos com ela já crescida.
  • Quando eu desço e descubro na garagem que esqueci de algo eu nunca volto para pegar. Se por exemplo estou indo a uma consulta e esqueço os exames lá em cima, eu desisto da consulta. Afinal, se voltasse para pegá-los perderia a consulta de qualquer forma.
  • Quando ando a 50Km/h nas ruas de São Paulo sinto que estou indo rápido.
  • Eu preciso esvaziar a bexiga antes de entrar no elevador como precaução e ainda assim eu quase sempre estou apertado quando a porta se abre.
  • Cada vez que saio do elevador descubro que há um novo escândalo político no Brasil.
  • Muitas pessoas dizem que trabalharam tanto que mal puderam ver os filhos crescendo. Pois bem, no meu caso, o elevador me distancia mais da família que o trabalho.
  • Quando programo uma rota no Google Maps sempre acrescento o tempo do elevador na minha previsão de chegada.
  • Sempre ando com biscoitos ou água no carro, afinal, ao descer para a garagem, inevitavelmente chego com fome e sede, mesmo que eu tenha acabado de comer antes de sair.
  • Por várias vezes entrei no elevador ouvindo que a Dilma tinha escolhido um novo ministro e quando saí o ministro já havia sido substituído.
  • A mesma situação do item anterior acontece em relação aos técnicos do São Paulo.
  • Sou obrigado a ter opções de roupa no carro pois é impossível prever o tempo que estará fazendo quando eu saio de casa. Inúmeras vezes já peguei o elevador numa chuva de verão e cheguei na garagem no meio da seca do inverno.
  • Já perdi uma namorada porque demorei muito para responder seus Whatsapps. Advinha onde eu estava.
  • Cada vez que eu deixava o elevador a Apple já havia mudado a entrada de energia do Iphone e há uma nova lei federal envolvendo os extintores.
  • A única coisa que não muda enquanto estou no elevador é o Sílvio Santos.
  • Quando o elevador quebra e preciso subir 17 andares de escada, eu chego em casa muito cansado, mas pelo menos eu chego mais rápido.
  • A inflação na minha última decida para a foi de 0,26%.
  • Sempre que entro no elevador acho que o Ceni já estará aposentado quando eu sair.

Enfim, são muitos problemas, mas o maior deles envolve meu querido “Toda Unanimidade”. Várias vezes ouço uma notícia no carro e começo a pensar num texto no caminho de casa, mas quando saio do elevador a notícia já é velha e não interessa a mais ninguém.

Enfim, preciso me despedir e encerrar este texto, senão me atraso para o ano novo.